Central Integrada de Atendimento: 27 3062.2282
banner

Bursite Trocantérica

Uma das causas mais frequentes de dor lateral no quadril é o processo inflamatório que acomete a bursa peritrocantérica, também chamado de Bursite Trocantérica. As bursas, de forma geral, são estruturas loculadas preenchidas por líquido sinovial que facilitam o deslizamento e auxiliam na redução do atrito entre as determinadas estruturas, sejam elas tendões, ligamentos, músculos ou proeminências ósseas.

A bursite trocantérica pode ser decorrente de vários fatores, sendo o principal os microtraumas de repetição ou a alteração da biomecânica do quadril. É mais frequente no sexo feminino, entre a 4ª e 6ª décadas de vida. Manifesta-se clinicamente com dor lateral ao quadril, podendo haver irradiação e piora do quadro à compressão local ou com determinados movimentos.

Seu diagnóstico é essencialmente clínico, podendo o mesmo ser confirmado por diferentes métodos de imagem (ultrassonografia, cintilografia, ressonância nuclear magnética). O tratamento dessa afecção usualmente é conservador – através de repouso, modificações do estilo de vida, medicações analgésicas e anti-inflamatórias, fisioterapia e infiltrações com corticosteróides. Em alguns raros casos, o tratamento cirúrgico se faz necessário.

Compartilhe nas redes:

  • Logo Facebook
  • Logo Twitter